Notícias

Segurança da informação ainda é problema para micro e pequenos

05/09/2016

Segurança da informação ainda é problema para micro e pequenos

Quando os desafios do empreendedorismo estão em pauta, muito se fala sobre altas cargas tributárias, capital de giro e administração de pessoas. Não menos importante, a gestão das informações armazenadas e compartilhadas pelos micro e pequenos empreendedores também merece toda atenção.

Um estudo chamado EMC Global Protection Index 2016, realizado pela Vanson Bourne, sobre backup corporativo em 18 países, mostrou que as organizações ainda falham na hora de executar a proteção de seus dados. De acordo com o relatório, diversas empresas não estão preparadas para novas ameaças e estão tendo prejuízo para se adaptar. Em comparação com o EMC Global Data Protection Index 2014, 13% mais empresas sofreram perda ou interrupção de dados nos últimos 12 meses.

Os dados apresentados no estudo indicam que independentemente do porte do negócio, todos estão suscetíveis a ataques. Pensando nisso, separamos algumas dicas simples que podem ser aplicadas no seu dia a dia para minimizar os riscos e preservar suas informações em segurança.

Cuidado com o transporte externo de dados
O manuseio de dispositivos de armazenamento, como memórias externas e USBs, pode expor perigosamente as informações do usuário. Mantenha seu antivírus sempre em dia para minimizar os riscos de contaminação e perda de dados.

Atenção na hora de atualizar a sua máquina
Leia atentamente qualquer notificação de atualização de software ou solicitação de instalação de programa que surgir no seu computador. Antes de executá-los, certifique-se de que se tratam de fontes conhecidas.

Wi-Fi somente de redes conhecidas
Ao optar por conexões via Wi-Fi, acesse somente redes que você conhece. Muitos criminosos digitais utilizam a oferta de conexão livre para invadir dispositivos.

Tráfego de dados confidenciais
O e-mail ainda é a principal ferramenta utilizada pelas empresas para trocar informações – e um ambiente altamente visado para ataques virtuais. Assim, evite o uso de termos que possam potencializar a exposição de seus dados. No lugar de termos como “senha do banco” ou “Projeto confidencial de aquisição de novo negócio”, o uso de codinomes pode ajudar a minimizar os riscos.

Antivírus sempre
Os hackers estão sempre à frente do usuário. Por esse motivo, nunca abra mão da utilização de antivírus. Há boas opções tanto pagas como gratuitas. Avalie seu nível de exposição e adquira o pacote mais adequado à sua realidade.

E você, já conta com uma empresa de TI? Fale com a gente e conheça nossas soluções em segurança da informação sob medida para o seu negócio.




<< Voltar